Molho de tomate campestre

Quando tenho o frigorífico cheio de verduras, tendo organizar mentalmente o destino de cada uma delas para evitar que se estraguem e que haja desperdício. Nunca sei muito bem como vão ser as minhas semanas, se vou estar sozinha com os minis ou não, se tenho que viajar ou se faremos todas as refeições em casa. Portanto aproveito o meu tempo na cozinha e regra geral, preparo varias coisas ao mesmo tempo, desde escaldar e cortar couves para congelar, fazer sopa, conservas, molhos, triturar sementes e frutos secos e se acendo o forno para uma comida de forno, aproveito para fazer pão ou uma granola.
Sim às vezes pareço um polvo na cozinha, mas na realidade isso facilita-me bastante a semana e permite-me não ter que cozinhar de raíz todos os dias,
Há umas semanas, antes de sair de viagem, tinha vários tomates já muito maduros e recordo-me que a última coisa que fiz antes de sair porta fora, foi ir a correr â cozinha, lavá-los, e metê-los dentro de um saco no congelador, inteiros, sem qualquer preparação.

Esta semana decidi usá-los, pelo que os deixei a descongelar numa tigela no frigorífico. No dia seguinte tinham libertado imensa água, descartei essa água que aproveitei para regar as plantas. Descartar essa água fez com que o meu molho precisa-se de menos tempo de cozedura para engrossar.

Ingredientes:
1 kg de tomates (peso depois de escorrida a água)
300g de cebola (usei mistura de cebola roxa e de cebola branca)
5 dentes de alho
3 pimentos del piquillo
6 folhas frescas de salvia
6 folhas frescas de manjericão
sal qb
pimenta qb
1/3 de chávena de azeite EV

Preparação:
Colocar num tacho em lume médio o azeite e a cebola picada, até que esta fique mole e juntar o alho também picado e deixar alourar. Adicionam o tomate picado à faca.
Aos tomates apenas lhes retiro o olho, cozinho-os com a pele e com as sementes, como é um preparado para consumo imediato ou para consumo nessa mesma semana não me parece amargar, mas se preferirem, pelem o tomate e retirem as sementes.
Quando o tomate começar a desfazer-se ao pressionar com uma colher de pau, adicionar os pimentos, as ervas aromáticas e os restantes temperos picados à faca, deixar em lume baixo e destapado durante cerca de 30 minutos.

Passado este tempo o cheiro a aromáticas que invade a cozinha dá-nos vontade de comer o molho â colherada! Que foi o que nos aconteceu! Jantámos molho de tomate com ovos mexidos e no dia seguinte foi usado para base de uma pizza.

Ao longo da semana será utilizado para algum estufado na slow cooker, em cima de um entrecosto no forno ou numa caldeirada.

IMG_2512IMG_2458IMG_2455

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s